Ligue: (61) 3034-2026 | (61) 9 8260-9444
blog img

Plano de Concretagem!

No Brasil, a maior parte das edificações é construída em estrutura de concreto, em modelo de pórtico. Nesta etapa da obra, a construção é crítica, já que pode chegar a custar mais de 30% do valor total do investimento.

Conduzir as atividades de concretagem é uma das tarefas do gerenciamento da construção, desde a gestão das equipes até a previsão do volume de concreto necessário para cada situação, bem como a respectiva compra de materiais.

Nas construções pequenas, é comum fazer uso da betoneira para produzir o concreto. Em empreendimentos maiores, a melhor solução é utilizar concreto usinado. Já em obras de porte médio, faz-se necessário o estudo de engenharia econômica para determinar a melhor solução.

Para realizar o dimensionamento do volume de concreto, é preciso ter o projeto estrutural em mãos e fazer o levantamento quantitativo. Alguns projetistas, com o objetivo de ajudar o engenheiro da obra, quantificam os insumos (volume de concreto, área de formas e quantidade de aço).

O mais indicado é que antes de dar início à obra, seja realizado um estudo dos projetos estruturais e, posteriormente, se consulte um engenheiro calculista para compreender os detalhes e cuidados na hora da construção. 

De uma forma geral, pode-se dizer que o concreto pode ser produzido por 3 métodos: 

  • Manualmente;
  • Em betoneira;
  • Usinado.

A escolha do método a ser utilizado deverá ser de acordo com:

  • As necessidades construtivas;
  • O porte da obra;
  • As exigências técnicas de projeto;
  • Os recursos financeiros disponíveis.


Concreto feito manualmente

É o concreto utilizado para o preparo de lastro e contrapiso, ou ainda para regularização de base de fundações. Seu uso não é indicado para fins estruturais, mesmo sendo comum ver sua utilização em obras de pequeno porte e reformas.

A dosagem é realizada pelos operários, que usam pás e enxadas para fazer a mistura, normalmente no chão, sobre uma superfície lisa.


Concreto feito em betoneira

O trabalho é feito na betoneira, com controle médio de dosagem. A rotação da máquina faz com que a mistura dos componentes seja mais eficiente, consequentemente produzindo um concreto de melhor qualidade ao feito manualmente. Este concreto pode ser aplicado para fins estruturais, sempre acompanhado pelo engenheiro civil. Mesmo com isso, ainda é recomendável que se realize o controle tecnológico do concreto (ensaios de laboratório).

Existem vários tamanhos de betoneiras, sendo a de 400 litros a mais comumente utilizada, por produzir em média, para “uma massada” (o traço equivalente a 1 saco de cimento), 160 litros de concreto, ou 0,16m³. 

Para saber o real volume de concreto produzido, é preciso que se realize um acompanhamento inicial rigoroso da produção na obra, para que a partir dos resultados observados, se tenha condições de saber a quantidade de “betonadas” necessárias para uma concretagem, e assim obter os materiais precisos com mais segurança.

O concreto de betoneira feito na obra pode ser usado para estruturas de porte médio. Para a construção de qualquer estrutura com esse tipo de concreto, o mais indicado é que seja realizado no mínimo o ensaio de rompimento de corpo-de-prova.


Concreto usinado

Feito na usina de concreto (ou central de concreto), onde se encontra um maquinário e todos os componentes necessários para fazer a dosagem, sendo a mistura feita pelo próprio caminhão-betoneira, com alto controle tecnológico. Assim, o produto final apresenta maior qualidade e confiabilidade.

Quando se fala em concreto usinado, logo se associa a elevadas produtividades, já que é possível obter uma maior quantidade de concreto em um menor intervalo de tempo do que em processos manuais e com betoneira.

Há duas formas de adquirir o concreto usinado: instalando uma usina no canteiro ou comprando concreto fabricado.

Geralmente, as usinas de concreto possuem um laboratório para ensaios com o concreto, com o objetivo de assegurar que as exigências técnicas sejam alcançadas. 

Ente em contato conosco para mais informações sobre o plano de concretagem do seu empreendimento!

Encontre-nos